Skip to content

Xixi na cama

Num post anterior descrevi o transtorno de quem faz xixi na cama e pra quem convive: de um lado quem não consegue segurar a urina e do outro quem cuida do ambiente.

Tenho vários relatos na família e amigos com histórico de não segurar o xixi: minha mãe com bexiga solta e 2 irmãs adultas que não conseguem segurar a urina. O avô fez xixi na cama quando criança, não sei até quando, mas nos relatos conta que apanhou pra caramba, o pai que fez xixi até os 12 e o neto agora com 11 anos que até pediu por favor pra ser acordado na noite: “não quero mais fazer xixi na cama”.

Em contra partida tenho relatos de pessoas que não tiveram problema algum: minha filha usou fralda no tempo que tinha que usar, quando se livrou dos panos não deu trabalho nenhum. Eu e outra irmã também não temos histórico desse distúrbio.

Não segurar a urina pode ser um transtorno psicológico ou uma disfunção do organismo, isso já foi comprovado pela medicina e precisa procurar ajuda médica. O que vejo nos que estão mais próximo de mim, é uma sede sem fim no caso da minha mãe e de uma das irmãs. A sede sem fim, o medo de circular pela noite e sono pesado no caso do neto, agora com 11 anos. O avô e o pai tem algo em comum que foi a falta da mãe nos primeiros anos de vida  e no caso do neto a ruptura na estrutura familiar.

Eu adotei o sistema de levar a criança, incluindo sobrinhos (de três em três horas) ao banheiro quando percebia que ela não conseguia fazer isso só. É uma verdadeira aposta no relógio biológico ou na interferência da posição deitado/sentado criando ou recriando o hábito de urinar. Outra medida foi deixar menos disponível a quantidade de líquido depois do jantar.

O neto agora, comendo comida com menos sal, tomando menos água no período da noite está sendo acordado às 6 horas para ir ao banheiro. Quem sabe o relógio biológico dele pode nos ajudar nessa tarefa.

Sugestões de como tentar evitar o ato de fazer xixi na cama?

  1. conversar com a criança pode funcionar;
  2. exercitar durante o dia, enquanto a criança brinca, pedir pra segurar só um pouquinho. Não abuse: só um pouquinho mesmo porque segurar a urina pode causar infeções urinárias;
  3. evitar comidas com muito sal e muito doce: salgadinhos e refrigerantes entre outros alimentos; Tente incluir frutas e sucos naturais.
  4. respeitar o amanhecer e o por do sol é bom pro relógio biológico: deitar quando o sol se põe e acordar quando ele nasce;
  5. fazer as refeições, tomar água na quantidade suficiente pra saciar a sede e antes de deitar esvaziar o tanque;

Como saber que está na hora de levar a criança ao banheiro durante à noite?

  1. Os controlados e descontrolados quando querem urinar se movimentam como se fosse segurar a urina com as mãos. É um sinal.
  2. Ainda deitados antes do ato de urinar  costuma aparecer uma gota de xixi.
  3. Como cada caso é um caso, talvez se prestar atenção irá descobrir muito mais, ou até o ato prestar atenção na criança pode ser a chave de todo o mistério “ELA QUER ATENÇÃO”.

Redação Helenice em janeiro de 2016

Anúncios

Os números de 2015

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2015 deste blog.

Aqui está um resumo:

A sala de concertos em Sydney, Opera House tem lugar para 2.700 pessoas. Este blog foi visto por cerca de 9.800 vezes em 2015. Se fosse um show na Opera House, levaria cerca de 4 shows lotados para que muitas pessoas pudessem vê-lo.

Clique aqui para ver o relatório completo

Limpeza no organismo

O objetivo do blog é antes de ficar doente e curar a doença com medicação ou procedimentos invasivos é não adoecer e ser feliz para sempre.

Alguns itens garantem uma boa limpeza no organismo sem muito gasto e sem sofrimento. A maioria dos itens dessa outra tabela limpam o organismo onde o principal objetivo é manter o intestino funcionando sem acumular toxinas.

A tabela abaixo deve ser imensa. Conforme eu for encontrando elementos vou acrescentando.

Alho 1 Limpa o organismo das gorduras e libera os cálculos depositados.
Bardana 1 É depurativa, alcalinizante e diurética.
Cúrcuma (*) 1, 2, 4 Diminui os níveis de colesterol no sangue e inibe a formação de coágulos.
Gengibre (*) 1 Estimula as enzimas do fígado a trabalhar e eliminar toxinas.
Hortelã 2 Ajuda a limpar o sangue e ajuda nos livrar das toxinas. É diurético e limpa o organismo interna e externamente.
Limão 5 É um ótimo tônico e bactericida, além de melhorar o aproveitamento do cálcio pelo organismo e poderosa atuando nas paredes internas das artérias, ajudando a dissolver gordura
Mirtilo 5 Previne e trata as infecções no aparelho urinário.
Salsa 2 Batida com água limpa os rins de toxinas e é ótima para as infecções do aparelho urinário.

(*) proibido para hipertensos, portadores de cálculo e gestantes.

1 raíz / 2 folhas / 3 legume/ 4 flor / 5 fruta / 6 semente(*) Não deve ser usada por hipertensos, portadores de cálculo nem gestantes

Nenhuma sugestão excluí a visita ao médico.

Administradora do blog Helenice em dezembro de 2015

TABELA DO BEM ESTAR DO SEU INTESTINO

 

1 raíz / 2 folhas / 3 legume/ 4 flor / 5 fruta / 6 semente Obstipação
constipação
prisão de ventre
diarreia
Abacate 5 X
Abacaxi 5 X
Abóbora 2 (broto) 4, 5, 6 X
Alcachofra 4 X X
Alcaçuz 1 X
Alho 1 X
Almeirão 2 X
Ameixa (natural ou seca) 5 X
Babosa 2 X
Bardana 1, 2, X
Bebidas de Cola X
Beterraba 3 X
Café 6 X
Canela (casca da árvore) X
Caqui 5 X
Cáscara sagrada X
Catalonia 2 X
Cereais integrais X
Cerejas 5 X
Chiclete sem açúcar (Xilitol, Sorbitol ou Hexitol) X
Couve 2 X
Curcuma / açafrão da terra / açafrão da índia 1 rizoma, 2, 4, X
Dente de leão 1, 2, 4 X
Erva doce 2, 6 X
Escarola 2 X
Figo 5 X
Frângula X
Gengibre 1 rizoma X
Graviola 5 X
Hortelã (cru batido no liquidificador ou chá) 2 X X
Hortelã miúdo (puejo) 2 X X
Kiwi 5 X X
Jenipapo 5 X X
Laranja 5 X
Limão 5 X
Linhaça 6 X
Maçã 5 X
Marcela *4 X
Mamão 5 X
Manga 5 X
Maracujá 5 X
Mel X
Melancia 5 X
Melão 5 X
Mentruz 2 X
Mexerica 5 X
Nozes 6 X
Óleo de rícino X
Pêra 5 X
Salsa 1, 2 X
Sene * X
Tamarindo 5 X X
Trevo-vermelho X
Urtiga ** 2 X
Uvas vermelhas 5 X
Uva-ursina X
Vinho tinto X

* não deve ser administrado com medicação
** Urtiga existem 2 plantas diferentes com o mesmo nome (ambas medicinais)
Obs.: algumas plantas são conhecidas com outros nomes (regionalismo)

Dicas:

– Alho melhor consumir cru
Para tirar o cheiro forte do alho: mastigue folha de menta/hortelã ou
tome suco de limão

– Prefira, se possível o consumo in natura;
– Observe qual a melhor forma pra consumir determinado alimento;
– Comece com pouca quantidade e vá observando o seu organismo;
– Perceba se o alimento não responde mais aos efeitos desejados;
– Frutos cítricos (limão, laranja e mexerica) para potencializar o efeito podem ser tomados com água morna que ajuda a potencializar a ação;
– Não deixe o seu estado intestinal ficar grave para tomar providências. Esses alimentos podem fazer parte de cada refeição;
– Não abuse no consumo, ainda que sejam naturais;
– Procure ajuda médica e não deixe de comentar o que fez pra se sentir melhor.

A tabela e dicas pertencem ao blog MANUAL DO BEM ESTAR DO SEU INTESTINO

Objetivo do blog é cuidar da alimentação para não ter que cuidar de doença.

Administradora do blog  Helenice em dezembro de 2015

Feliz Natal e próspero ano novo

Tivemos um ano tumultuado politica e economicamente. Descuido com a natureza, falta de água e muitos desarranjos climáticos.
Desejo que as pessoas se conscientizem politicamente e nunca mais votem nem alimentem cafajestes; os mentirosos e os herdeiros do coronelismo.
Desejo que nossos jovens fiquem cada vez mais fortes e preparados para tomar de vez o poder para mudar o rumo dessa história que não tem mais sentido de ser como é.
Desejo que as pessoas se conscientizem sobre a importância de preservar o meio ambiente e ver nele o retorno para nos manter saudáveis.
Desejo que chova e que mesmo chovendo que as pessoas continuem prestando atenção nas atitudes.
Desejo que o poder público não nos exponha à catástrofe por não ter feito o que deveriam fazer priorizando a ganância.
Desejo feliz 2016 aos meus amigos e aos meus visitantes. Foi muito bom estar com vocês e vez ou outra ter um curtir, um comentário e pelo caminho um pequeno gesto de aprovação ou correção que se fez necessário.

por Helenice em dezembro de 2015

Tabela do bem estar do seu intestino

Algumas raízes, folhas, legumes, flores, frutas e sementes dentre outros são alimentos conhecidos e são boa fonte de fibras. Muitas são famosas no trato dos desarranjos intestinais. Outras são totalmente desconhecidas. A proposta é incluir não como remédio, incluir como pequena parte em toda refeição. É uma forma de se alimentar, cuidando a cada refeição do seu processo digestivo e consequentemente da saúde. Cada item da tabela do bem estar do seu intestino tem várias outras propriedades tão boas para o seu bem estar que você nem imagina. E não são exclusivos pra quem tem intestino preso ou solto: é só administrar, se soltar ou prender o intestino coma com menos frequencia.

A literatura sobre o corpo humano diz que o cérebro do nosso organismo é o intestino. Faz sentido: se o intestino funciona bem e saudável, eliminando as toxinas logo todos os outros órgãos funcionarão bem.

Algumas providências associadas à inclusão dos itens da tabela ajudarão a potencializar os benefícios de uma vida saudável e recheada de prazer sem muito custo nem sacrifícios.

– Ter uma boa noite de sono. Dormir quando o sol se esconde e acordar quando o sol aparece.
– Tomar um pouco de sol ajuda a potencializar os efeitos positivos de cada alimento da tabela .
– Fazer todas as refeições, e dar preferência para alimentos naturais, crus e fibras. Incluir pelo menos um item da tabela a cada refeição.
– Tomar água quando acordar e ao deitar. Manter-se hidratado durante o dia é fundamental. O consumo de alguns alimentos da tabela como o gengibre por exemplo precisa que você esteja hidratado com água.
Exercício físico também é importante. O nosso corpo precisa de movimento: isso reflete na parte circulatória e digestiva. Abandonar o nosso corpo comprometerá toda a funcionalidade, não eliminamos toxinas e pouco a pouco nosso organismo vai deixando de funcionar de forma correta. Flacidez e/ou endurecimento além de comprometer a nossa locomoção pode também comprometer as vísceras, os vasos sanguíneos e os outros órgãos que de forma geral nos mantem vivos. Então movimente-se.
O exercício correto para o corpo se sentir vivo é qualquer exercício que você se sinta bem fazendo.

tabela do bem estar do seu intestino

Plantas que curam alerta

Dicas

– Alho melhor consumir cru
Para tirar o cheiro forte do alho:  mastigue folha de menta/hortelã ou tome suco de limão

– Prefira, se possível, o consumo in natura;
– Observe e pesquise qual a melhor forma pra consumir determinado alimento;
– Comece com pouca quantidade e vá observando o seu organismo;
– Perceba se o alimento não responde mais aos efeitos desejados;
– Frutos cítricos (limão, laranja e mexerica) podem ser tomados com água morna o que ajuda a potencializar a ação;
– Não deixe o seu estado intestinal ficar grave para tomar providências. Esses alimentos podem fazer parte de cada refeição;
– Não abuse no consumo, ainda que sejam naturais;
– Procure ajuda médica e não deixe de comentar o que fez pra se sentir melhor.

Se o intestino funciona bem e saudável, eliminando as toxinas, logo todos os outros órgãos funcionarão bem.

Redação de Helenice em 21/10/2015

Plantas que curam

É interessante saber que quase tudo que precisamos para ter uma vida saudável está na natureza: como fazemos uso desse conhecimento? Estamos respeitando o nosso corpo? Estamos respeitando a natureza?

As palavras chaves são: conhecimento, respeito com o nosso corpo e respeito com a natureza.

CONHECIMENTO É FUNDAMENTAL

Não podemos sair por aí comendo qualquer coisa de qualquer jeito (nem industrializada e nem do mato). O que podemos fazer é saber o que precisamos e como podemos resolver. E antes de tudo isso tem uma etapa fundamental que é como estamos nos alimentando. É sabido que uma alimentação rica em fibras é perfeita para manter a saúde em dia. É sabido que os excessos e as adições de gordura, de sal e de açúcar não são nada saudáveis. E sabemos que os excessos na quantidade não é saudável.

Então devemos conhecer  o nosso corpo e conhecer o que estamos consumindo – devemos prestar mais atenção!

RESPEITAR O NOSSO CORPO

Cada indivíduo é único. Antigamente a mãe preparava a comida e tinha que comer de qualquer jeito. São inúmeras as histórias de apanhar pra comer o que não se gostava. Apanhava antes, durante  e depois da refeição. A insistência tirando o lado perverso, tem o lado positivo que é aprender a comer até não gostando da aparência e do sabor, porque se adoecer você não tem alternativa: é melhor aprender com a mãe do que sofrer na vida a fora.

O problema é que as vezes o próprio indivíduo rejeita o que não lhe fará bem.

Caso 1: Estávamos cuidando do Luis, acho que ele estava com um ano e pouco. Fiz a sopinha com uma batatinha e um outro legume, amassei e dei pra ele, estava bem gostosinha. Depois da refeição fui tentar dar uma banana de sobremesa. Só de ver a banana ele passou mal. E não come banana de jeito nenhum. Pode ser que algum dia ele tente e se acostume, mas não foi feliz a ideia de introduzir a banana na refeição do garoto.

Um estudo aprofundado na ayuverda sobre os doshas Vata, Pita e Kapa  que tratam da composição fogo, água, terra, éter e ar no organismo e principalmente do equilíbrio pra tudo funcionar bem e sem doenças. Esse estudo aprofundado explica as intolerâncias e muito sobre a saúde.

Outro estudo sobre o tipo sanguineo, que alguns grupos sanguineos precisam mais de determinado alimento que outros.

RESPEITAR A NATUREZA

Se tudo que precisamos está na natureza se ela estiver preservada é melhor, então devemos reciclar, devemos defender e lutar pelo meio ambiente. É o princípio de lutar por todos nós.

  • Qualquer problema de saúde deve ser orientado pelo médico.
  • Qualquer informação deve ser checada e pesquisada em mais de uma fonte.
  • Nem tudo que dizem que é bom pra saúde pode não ser tão bom assim.
  • É importante frisar que muitos princípios não tem comprovação médica. O que sabemos é o que percebemos na prática: algumas frutas e verduras soltam o intestino, outras prendem, alguma coisa engorda outras nem tanto. Muitas receitas e dicas são de nossos ancestrais e agora a ajudinha da internet.

Cabe a você leitor, pesquisar e checar as informações com responsabilidade e respeitar o limite do seu corpo.

Eu tenho certeza que a natureza tem cuidado bem da minha saúde e eu retribuo cuidando da natureza.

Redação Helenice em 23 setembro de 2015

%d blogueiros gostam disto: